Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Lula e Maduro discutem eleições na Venezuela no segundo semestre

Foto: divulgação

Na última sexta-feira, 1º de setembro, o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, encontrou-se com Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, em um encontro paralelo à 8ª Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), realizada em Kingstown, São Vicente, e Granadinas. De acordo com informações divulgadas pelo Palácio do Planalto, os dois líderes discutiram assuntos de interesse mútuo para ambos os países.

Durante a reunião, o presidente Maduro assegurou a realização de eleições presidenciais na Venezuela no segundo semestre do ano. Ele relatou a Lula que conseguiu firmar um acordo com os partidos de oposição e prometeu a presença de observadores internacionais para acompanhar e auditar o processo eleitoral, como consta na nota oficial.

Os esforços conjuntos para o combate ao garimpo ilegal nas terras do povo Yanomami, que se estendem pelos territórios do Brasil e da Venezuela, também foram pauta da conversa entre os presidentes.

No que diz respeito ao Essequibo, o comunicado da Presidência revelou que o assunto da disputa territorial não foi tema de discussão entre Lula e Maduro. O mesmo ocorreu no encontro bilateral de Lula com Irfaan Ali, presidente da Guiana, na quinta-feira anterior.

Em dezembro do ano passado, Nicolás Maduro e Irfaan Ali assinaram uma declaração conjunta comprometendo-se a resolver a controvérsia sobre o território do Essequibo sem recorrer à força militar. Essa decisão veio após a Venezuela realizar um plebiscito que aprovou a anexação do Essequibo, região disputada há mais de um século que representa quase 75% do território guianense. Desde então, a tensão entre os dois países intensificou-se, motivando o Brasil a ampliar a presença militar na fronteira localizada em Roraima e a defender a resolução pacífica do conflito.

Ao deixar a reunião, Maduro conversou com jornalistas, descrevendo o diálogo com Lula como “muito bom” e um passo importante para “fortalecer a cooperação” entre Venezuela e Brasil. Em 2023, Maduro realizou uma visita oficial ao Brasil, sendo recebido por Lula no Palácio do Planalto.

Além de Maduro, o presidente Lula teve um encontro com Luis Arce, presidente da Bolívia, também em Kingstown. Eles discutiram o fortalecimento do comércio bilateral e a expansão de investimentos em infraestrutura e exploração de gás natural em território boliviano, fortalecendo ainda mais os laços entre as nações sul-americanas.

Fonte: Agência Brasil

Fonte: https://portalmanausalerta.com.br/lula-propoe-mocao-da-celac-a-onu-pelo-fim-do-genocidio-em-gaza/

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.