Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Venezuela destroi avião ilegalmente entrado no país; assista ao vídeo

Foto: divulgação

Mundo – Em uma ocorrência recente nas Forças Armadas Nacionais Bolivarianas, um avião invasor foi alvo de represálias nesta última sexta-feira (26). Relatos apontam que a aeronave, proveniente de Cozumel, México, entrou no espaço aéreo da Venezuela e fez uma aterrizagem não autorizada. Índices apontam que as rodas de pouso estavam acionadas, sugerindo que o jato já havia pousado no momento do ataque. A cena posterior, documentada em imagens publicadas por militares nas redes sociais, mostrava a aeronave em destroços.

O General Domingo Antonio Hernández Lárez, responsável pelo Comando Operacional Estratégico da FANB, identificou o avião como um bimotor Gulfstream de cor branca e registro V3-GRS. Ele ressaltou que o transporte aéreo foi sinalizado por radares, estando o transponder, por sua vez, desativado.

A conclusão que se chega é de que o jato pode ser propriedade de cartéis ilegais, possivelmente envolvidos no tráfico de drogas e de armas. “A Venezuela não será plataforma para o tráfico. A FANB tem toda a tecnologia requerida para garantir a inviolabilidade de nossa terra e reagir imediatamente a qualquer incursão não autorizada”, replicou Lárez em pronunciamento nas redes sociais.

Por outro lado, não foram fornecidos detalhes sobre a interceptação da aeronave ou sobre a ocorrência de detenções. Contudo, imagens divulgadas na conta das Fanb na rede social X (ex-Twitter) induzem a entender que o jato foi interceptado no ar pelos militares venezuelanos.

“A Venezuela não será a plataforma do narcotráfico! Nosso Sistema Defensivo Territorial está alerta e reagirá de imediato a qualquer tentativa de invasão da pátria de Bolívar! #FANB #IntegrarEsVencer”

— GJ. Domingo Hernández Lárez (@dhernandezlarez) January 26, 2024

A região de floresta densa e montanhosa de Zulia, onde ocorreu o incidente, faz fronteira com a região colombiana de Catatumbo – uma prestigiosa zona produtora de cocaína. A área vem sendo utilizada para a instalação de pistas de pouso ilegais para o tráfico de drogas. Cartéis mexicanos, como o conhecido Cartel de Sinaloa, tem marcado sua presença em Zulia há anos, segundo relatos do site de investigação InSight Crime.

Como resultado, as autoridades venezuelanas têm escalado seus esforços para combater essas operações ilícitas. Somente em 2023, pelo menos 38 aviões suspeitos de envolvimento no tráfico de droga foram destruídos.

* Informações via O Globo.

Fonte: https://cm7brasil.com/noticias/mundo/venezuela-destroi-aviao-que-entrou-no-pais-sem-autorizacao-veja-video/

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.