Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Enfermeira grávida de 8 meses é encontrada em situação chocante; vídeo mostra o momento

Foto: divulgação

Um evento trágico em Alfredo Chaves, na região montanhosa do Espírito Santo, deixou a população consternada pela violenta morte de Íris Rocha de Souza, uma enfermeira de 30 anos, que estava grávida de oito meses. Seu corpo foi achado à beira de uma estrada na região de Iracema.

O lamentável episódio aconteceu por volta das 11h40 da última quinta-feira (11) e a Delegacia de Polícia (DP) de Alfredo Chaves está investigando o caso. De acordo com as informações da Polícia Militar, o corpo foi achado na estrada que conecta Matilde a São Bento de Ucrânia.

Os detalhes da morte de Íris estão ainda sob averiguação, mas as autoridades reportaram que não há sinais de envolvimento de qualquer membro da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) neste caso. A mídia da região foi ao local onde o corpo da enfermeira foi encontrado. Assista o vídeo abaixo:

[shortcode_video_link_aqui].

Íris, que foi graduada pela Ufes e era estudante de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas, foi velada e sepultada nesta terça-feira (16) no cemitério Jardim da Paz, em Serra. Ela deixa um filho de 8 anos.

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) emitiu uma declaração, lamentando profundamente o passamento de Íris Rocha de Souza. Além de sua contribuição à enfermagem, Íris era filha de Márcia Rocha, que durante muitos anos serviu na Superintendência de Comunicação da universidade.

[img shortcode link].

O Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES) e a Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE) também expressaram a sua tristeza pela perda da enfermeira. O Coren-ES salientou que Íris dedicou sua vida ao cuidado e ao bem-estar de seus pacientes, sendo a vítima de um ato de violência que abalou a todos.

[img shortcode link].

Wilton José Patrício, o presidente do Coren-ES, demonstrou profunda tristeza pelo crime e pediu justiça, dizendo que este ato bárbaro deixa um vazio indescritível na profissão de enfermagem no estado.

Por outro lado, a FNE manifestou total indignação com o horrendo crime e solicitou que sejam tomadas ações urgentes contra os responsáveis. A organização demonstrou solidariedade à família, amigos e colegas de Íris Rocha de Souza, se comprometendo a lutar pela clara compreensão dos fatos e honrar o legado da enfermeira com total dedicação à profissão.

Com informações de Cidade Alerta do Espírito Santo.

Fonte: https://cm7brasil.com/noticias/policia/revoltante-enfermeira-gravida-de-8-meses-e-encontrada-da-pior-forma-possivel-veja-video/

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.