Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Filme inédito de Silvino Santos, após quase um século perdido, é finalmente apresentado no prestigiado Teatro Amazonas

Filme do cineasta Silvino Santos, “Amazonas, o maior rio do mundo”, vai ser exibido no Teatro Amazonas. — Foto: Divulgação/Sec

O filme perdido do cineasta Silvino Santos, intitulado “Amazonas, o maior rio do mundo”, será exibido no icônico Teatro Amazonas, em Manaus. Depois de quase cem anos desaparecido, a obra foi encontrada na República Tcheca e agora será apresentada ao público nesta sexta-feira, às 20h, com entrada gratuita.

Considerado perdido desde os anos 30, a redescoberta do filme confere um valor ainda mais especial à sua projeção no Teatro Amazonas. Filmado em 1918, o longa retrata uma viagem fluvial pelo rio Amazonas, passando por várias localidades como Belém, campos do Marajó, Santarém, Itacoatiara, Manaus e rio Putumayo.

Depois de ser exibido em diversos países europeus por aproximadamente dez anos, o filme foi dado como perdido. A confirmação da identidade da obra foi possível graças ao trabalho de pesquisa do amazonense Sávio Stoco, que realizou um estudo de doutoramento na Universidade Federal do Pará.

Stoco conta que, no início deste ano, recebeu o contato do curador inglês Jay Weissberg, responsável pelo Festival de Cinema Silencioso de Pordenone, na Itália. Weissberg solicitou a avaliação de alguns filmes sul-americanos encontrados na Cinemateca de Praga, onde ele estava organizando a programação do festival. Entre os filmes, havia um que despertou a suspeita de ser o lendário “Amazonas, o maior rio do mundo”.

Após meses de análise cuidadosa, Stoco e Weissberg confirmaram que se tratava da obra perdida de Silvino Santos. A única diferença era que os intertítulos estavam em tcheco e o título traduzido era “As maravilhas do Amazonas”. No entanto, isso se explica pelo fato de que em cada país onde o filme era exibido, os intertítulos eram traduzidos.

A exibição do filme no Teatro Amazonas é considerada uma ideia maravilhosa por Stoco, que ressalta a importância histórica e cultural da obra. O filme já foi exibido em diversos locais após sua redescoberta, mas Manaus é a cidade onde o filme foi concebido e produzido por Silvino Santos. O Teatro Amazonas, além de ser um ícone para os artistas da época, possui uma conexão especial com o cineasta, que reproduziu em uma de suas pinturas um painel que decora o Salão Nobre do local.

Com essa exibição no Teatro Amazonas, o filme de Silvino Santos terá seu merecido reconhecimento e sua importância cultural será ressaltada. É uma oportunidade única para os amantes do cinema e para aqueles interessados na história e na tradição visual amazônica. Não perca essa chance de conhecer um pouco mais sobre a riqueza da Amazônia através dessas imagens históricas.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/12/28/apos-quase-100-anos-perdido-filme-de-silvino-santos-e-exibido-pela-primeira-vez-no-teatro-amazonas.ghtml

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.