Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Cancelamento de 5 voos no Aeroporto de Manaus gera pedido de explicações da Assembleia Legislativa

Fachada do Aeroporto Internacional de Manaus — Foto: Arquivo g1

Aeroporto Internacional Eduardo Gomes enfrenta cancelamento de voos devido a condições climáticas adversas

Na madrugada desta sexta-feira (8), o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado na Zona Oeste de Manaus, foi palco do cancelamento de cinco voos. A administração do aeroporto informou que as alterações ocorreram devido a condições climáticas adversas. A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) solicitou explicações sobre o incidente.

Conforme relatado pela direção do aeroporto, as operações de pouso e decolagem foram prejudicadas no período das 00h46 às 3h12. Em comunicado oficial, o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes recomendou que os passageiros entrem em contato com as companhias aéreas para obter informações atualizadas sobre a situação dos voos.

Aleam quer esclarecimentos

Roberto Cidade (UB), presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, cobrou providências da Vinci Airports, empresa responsável pela administração do Aeroporto de Manaus. Segundo o parlamentar, as exigências surgiram em virtude do cancelamento dos voos na sexta-feira e da redução nos horários de pousos e decolagens durante as obras de revitalização da pista central.

O deputado afirmou que passageiros com destinos a diversas cidades foram prejudicados, incluindo Brasília, Panamá, São Paulo, Urucu, Coari, Parintins, Santarém, Fortaleza, Campinas, Tefé, Carauari, Tabatinga, Itaituba e Belém.

“Além do problema do isolamento terrestre, devido à falta da BR-319, e dos prejuízos causados pela estiagem na navegação, agora também estamos enfrentando dificuldades de locomoção aérea. É inaceitável o que aconteceu nesta madrugada, mais uma vez. São inúmeras pessoas afetadas, negligenciadas. Enviei uma cobrança imediata à administração do Aeroporto de Manaus para que sejam tomadas medidas para organizar as operações neste final de ano”, declarou o presidente da Aleam.

Cidade também destacou as reclamações dos usuários do aeroporto em relação à climatização do saguão e área de embarque. Ele ressaltou que um requerimento será apresentado para demandar explicações da Vinci AirPort. “Se há dificuldades climáticas durante a madrugada, os voos não devem ser operados, e durante o dia, o aeroporto fecha das 4h ao meio-dia. Isso acarreta altos custos para poucos benefícios para a população”, enfatizou.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/12/08/aeroporto-de-manaus-cancela-5-voos-apos-condicoes-climaticas-adversas.ghtml

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.