Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Rio Negro registra novo recorde de baixa, com descida de mais 10 centímetros em meio à pior seca já registrada

Foto: publicação

Amazônia em crise: seca histórica ameaça Rio Negro e população local

A Amazônia enfrenta uma das piores crises de sua história, com o Rio Negro atingindo níveis críticos em meio a uma seca devastadora. Considerada a pior dos últimos 121 anos no Amazonas, a falta de chuvas tem deixado a região alarmada. Hoje (17), o Rio Negro registrado um preocupante nível de 13,49 metros, mesmo com as chuvas intensas que têm assolado a cidade de Manaus nos últimos dias. A rápida diminuição das águas, com uma redução de 10 centímetros em apenas um dia, acende o alerta para um futuro próximo, no qual o nível do rio pode se aproximar dos 12 metros, preocupando ainda mais as autoridades e a população.

Os impactos desta seca são avassaladores, afetando aproximadamente 557 mil pessoas em toda a região. Com 50 municípios já declarando situação de emergência e outros 10 em estado de alerta, o estado do Amazonas está enfrentando uma crise humanitária sem precedentes.

O boletim divulgado nesta segunda-feira pelo Governo do Estado confirma a gravidade da situação, com inúmeras comunidades ribeirinhas e urbanas enfrentando a falta de água para consumo, a escassez de alimentos, e a ameaça iminente à biodiversidade. Os pescadores estão com dificuldades para encontrar peixes, os agricultores enfrentam perdas significativas em suas colheitas e as comunidades ribeirinhas sofrem com a falta de água potável.

A seca de 2023 é um lembrete doloroso das mudanças climáticas e do desmatamento desenfreado que afetam a região. Com palavras de transição como “avassaladores”, “preocupante” e “preocupando ainda mais”, a situação na Amazônia é crítica. A região desempenha um papel vital na regulação do clima global, sendo o desmatamento e a degradação de seu ecossistema um problema que ultrapassa as fronteiras do Brasil. É imprescindível que ações urgentes sejam tomadas para proteger esse tesouro natural.

Fonte: https://cm7brasil.com/amazonas/rio-negro-desce-mais-10-centimetros-apos-bater-recorde-da-pior-seca-de-todos-os-tempos/

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.