Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Deputado Estadual George Lins defende aumento no número de deputados do AM no Congresso Nacional

Amazonas – Durante a Sessão Ordinária realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) nesta quarta-feira (2), o deputado estadual George Lins (União Brasil) defendeu o aumento do número de deputados federais da bancada do Amazonas na Câmara Federal. Atualmente, o estado é representado por oito parlamentares, mas um Projeto de Lei Complementar está em tramitação em Brasília propondo a alteração das bancadas dos estados brasileiros de acordo com o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2022. O Projeto de Lei Complementar nº 148/2023, de autoria do deputado Rafael Pezenti (MDB-SC), prevê que o número de deputados federais seja alterado com base nos dados do Censo de 2022. George Lins ressaltou que esses números não apenas influenciam nos repasses da União para estados e municípios, através do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e Fundo de Participação dos Municípios (FPM), mas também impactam no aumento do número de cadeiras na Câmara dos Deputados, refletindo diretamente na representação dos estados. Para o deputado, o aumento do número de deputados é uma demanda antiga e necessária para o Amazonas. Ele lembrou que, em 2013, o ex-deputado Belarrmino Lins já havia defendido essa causa, mas o Congresso acabou derrubando a proposta na época. “Com base no Censo de 2022, passaríamos a ter dez deputados federais e aqui no Amazonas passaríamos a ter 30 deputados estaduais. Isso aumenta a representatividade e força do Amazonas, especialmente no Congresso Nacional, onde podemos lutar por mais desenvolvimento para nossa região”, explicou George Lins. O deputado Rozenha (PMB) manifestou-se em aparte, mostrando ansiedade pela possibilidade de aumento da bancada do Amazonas, mas também destacou que para o estado ganhar dois deputados federais, algum estado do Nordeste precisaria perder vagas, o que pode dificultar a aprovação da proposta no Congresso. “Aumentar a bancada do Amazonas é um sonho antigo e necessário para termos maior representatividade, principalmente quando precisamos defender os interesses da Zona Franca. Porém, conseguir os votos necessários para a aprovação é um desafio, já que as bancadas do Nordeste, que cederiam vagas, podem não votar a favor da mudança”, lamentou o deputado Rozenha. A proposta de aumento de representatividade para o Amazonas no Congresso Nacional é um tema relevante e certamente continuará em debate para avaliar sua viabilidade e possíveis impactos no cenário político do país.

Fonte: Portal Cm7

Solicitação de contato

Preencha os dados abaixo e em breve um de nossos consultores irá entrar em contato com você oferecendo as melhores oportunidades para anunciar sua marca conosco.